O assistente social e a Estratégia Saúde da Família: inserção e atuação

Ana Neiline Cavalcante, Ricardo José Soares Pontes, Pedro Gomes Cavalcante Neto

Resumo


Introdução: Na saúde pública a inserção do Serviço Social acontece na Estratégia Saúde da Família (ESF), onde o assistente social trabalha diretamente com o usuário conhecendo sua realidade social, que pode ser fator determinante para a aquisição da doença. O espaço mais difundido de atuação desses profissionais nesse campo são os NASF, onde formulam estratégias para efetivar o direito à saúde.

Objetivos: O objetivo desse estudo foi analisar a inserção do Assistente Social na Estratégia de Saúde da Família na visão dos próprios profissionais.

Metodologia ou Descrição da Experiência: Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 04 profissionais do NASF da cidade de Sobral, com 01 profissional do NASF de São Benedito, com 01 profissional do NASF de Viçosa do Ceará, com 01 profissional do NASF do Estado de Pernambuco e com 01 profissional do NASF do Estado de São Paulo. Essas últimas entrevistas foram realizadas no intuito de fazer uma contextualização de como se deu a inserção dos Assistentes Sociais na ESF outros Estados do país. As categorias usadas na análise dos dados foram: importância do Assistente Social na ESF; atuação do Assistente Social na ESF; inserção do Assistente Social na ESF. Os dados foram analisados com técnica Análise de Conteúdo.

Resultados: Quanto a importância do trabalho do Assistente Social, ficou claro que o mesmo é muito necessário na equipe, pois sua intervenção profissional vem a contribuir para além do trabalho preventivo e curativo. Também é claro o entendimento sobre a atuação do assistente social na ESF, o qual tem o papel de trabalhar com as demandas sociais, envolvendo a família no seu contexto sócio-histórico, atrelado estes a educação da saúde pública. Outro ponto que surgiu na análise foi o papel do assistente social como mediador. Isso é relevante, pois o mesmo é um articulador e potencializador de mediações, pois atua nos sistemas de mediações das demandas sociais que constituem a profissão.

Conclusão ou Hipóteses: Diante disso concluímos que A ESF é um novo espaço de trabalho e de inserção para o assistente social, inserção de profissionais como o assistente social, além da equipe mínima enriquece e amplia o fazer de todos, fortalece o conceito ampliado de saúde, potencializa a integralidade e a organização do serviço.

 


Palavras-chave


Estratégia Saúde da Família; Serviço Social; Núcleo de Apoio a Saúde da Família.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.